IMPRENSA

Secretaria de Desenvolvimento Econômico realiza projeto de Educação Ambiental nas escolas

24.03.2017 · Geral
dsc_0051

Alunos do 5º ano do ensino do fundamental das escolas municipais de São Gabriel do Oeste receberam durante o mês março um projeto de Educação Ambiental, direcionado à temática dos resíduos sólidos urbanos no Município. O projeto que faz parte do Programa Lixo com Destino Certo atendeu mais de 370 alunos e foi realizado pela Secretaria Municipal Desenvolvimento Econômico em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto.

 

Os palestrantes foram técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, sendo eles: André Mauro Dropa de Bortoli, engenheiro agrônomo; Bruna Tatiane Pinesso, engenheira sanitarista e ambiental; e Lucas Gabriel Prospero Giacon, médico veterinário.  Os técnicos contaram com o apoio dos professores de Ciências.

 

O intuito foi incentivar o desenvolvimento de um modelo de comportamento sustentável nas crianças, como forma de reduzir os impactos ambientais, em especial os resultantes da produção de resíduos sólidos urbanos (lixo doméstico). Por meio das palestras, os alunos tiveram a oportunidade de aprender sobre os principais aspectos e problemas relativos à crescente geração de resíduos residenciais, e principalmente soluções para destinação correta dos mesmos.

 

O projeto apresentou de forma dinâmica a importância da separação adequada lixo doméstico, uma das principais dificuldades enfrentadas pelo Poder Público Municipal. A separação inadequada do lixo reduz a efetividade da coleta seletiva, dificultando o processamento e a destinação correta dos resíduos sólidos.

 

Ainda nas palestras, os técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico ensinaram como fazer uma composteira doméstica, um eficiente método de redução do lixo residencial. A composteira doméstica decompõe os resíduos orgânicos e biodegradáveis, por meio da ação de micro-organismos e com a ajuda de minhocas transformam os restos de frutas, legumes e verduras em fertilizante orgânico.

 

Participaram do projeto as escolas municipais Armelindo Tonon, Ênio Carlos Bortolini, Filinto Muller, Nilma Glória Gerace Gazineu e Pingo de Gente.