IMPRENSA

Saúde realiza campanha de conscientização sobre o Aedes aegypti

30.11.2018 · Secretaria Municipal de Saúde
  • todoscontra

Com o objetivo de combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como a dengue, a zika e a chikungunya, a Prefeitura Municipal de São Gabriel do Oeste, através da Secretaria de Saúde, lançou uma campanha de conscientização para mobilizar toda a população sobre a importância de intensificar, neste período que antecede o verão, as ações de prevenção contra o mosquito.

 

De acordo com a coordenadora de Vigilância Epidemiológica do município, Ilaine Marocco, do dia 3 ao dia 7 de dezembro, será realizada a Semana de Mobilização Integrada para o Combate ao Aedes aegypti, com palestras, teatro e a distribuição de materiais informativos. “Em reunião com o Comitê de Combate ao Aedes, organizamos uma série de ações para a próxima semana, onde os professores estarão trabalhando o tema de combate ao mosquito nas escolas e estaremos realizando palestras para os servidores. Também será realizado um teatro com alunos dos CMEIS no Centro de Eventos no dia 6 de dezembro, durante a programação do Luzes do Cerrado”, comentou Ilaine.

 

Durante todo o ano a Secretaria de Saúde, por meio de seus profissionais, têm trabalhado em ações contínuas de conscientização e combate ao mosquito, visitando as residências e solicitando a retirada de materiais que possam servir de criadouros do vetor. “É preciso que a nossa população se conscientize e busque fazer a limpeza, principalmente de tampas, garrafas e demais objetos pequenos, que acabam acumulando a água da chuva. É através da atitude e do esforço de cada cidadão que a nossa cidade poderá ficar livre do Aedes”, disse a coordenadora.

 

A campanha em São Gabriel do Oeste, segue a proposta de mobilização do Governo Federal e conta com o apoio da Câmara de Vereadores e da Associação empresarial de São Gabriel do Oeste (ACISGA).

 

Dados epidemiológicos

 

Dengue – Até 27 de outubro, foram notificados 220.921 casos de dengue em todo o país, uma pequena redução em relação ao mesmo período de 2017 (223.171). A taxa de incidência, que considera a proporção de casos por habitantes, é de 106,4 casos/100 mil habitantes. Com relação ao número de óbitos, a queda é de 22,1% em relação ao mesmo período do ano anterior, passando de 167 mortes em 2017 para 130 neste ano. No total, 12 estados apresentam aumento de casos em relação ao mesmo período de 2017. Entre eles, destacam-se Goiás, Rio Grande do Norte e Acre, que registram as maiores incidências, com 1.025 casos/100 mil habitantes em Goiás; 624,4 casos/100 mil habitantes no Rio Grande do Norte e 420,8 casos/100 mil habitantes no Acre. As informações completas estão no Boletim Epidemiológico – Semana 43.

 

Chikungunya – Até 27 de outubro, foram registrados 80.940 casos de febre chikungunya, o que representa uma taxa de incidência de 39,0 casos/100 mil habitantes. A redução é de 55,7% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 182.587 casos. A taxa de incidência no mesmo período de 2017 foi de 87,9 casos/100 mil/hab. Neste ano, foram confirmados laboratorialmente 34 óbitos. No mesmo período do ano passado, foram 189 mortes confirmadas. No total, sete estados apresentam aumento de casos em relação ao mesmo período de 2017. Entre eles, destacam-se Mato Grosso e Rio de Janeiro, que registram as maiores incidências, com 394,5/100 mil habitantes no MS e 210,8 casos/100 mil habitantes no RJ.

 

Zika – Foram registrados 7.544 casos prováveis de zika em todo país, até 27 de outubro, uma redução de 54,6% em relação a 2017 (176.616). A taxa de incidência passou de 8,0 em 2017 para 3,6 neste ano. No total, sete estados apresentam aumento de casos em relação ao mesmo período de 2017. Entre eles, destaca-se o Rio Grande do Norte, com 14,9 casos/100 mil habitantes.

 

Com informações do Ministério da Saúde

Para navegação via teclado,
utilize a combinação de teclas
conforme o modelo abaixo:
ALT + [N° de atalho]

Atalhos de navegação:
Atalhos para contraste do site:
7 Cor original
8 Com contraste
Tamanho da Fonte
A+ A-